VENENO SE COMBATE COM VENENO

Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef, são peças importantes na operação “Lava Jato”. Praticantes das mais ínfimas imoralidades, tornaram-se simpáticos diante da sociedade pelo arrependimento confesso. Provavelmente, sem eles, jamais saberíamos das coisas escabrosas que aconteceram no assalto ocorrido junto à Petrobrás.
Dizem os defensores, que esse assalto à estatal do petróleo é coisa pequena diante dos enormes benefícios que foram dados pelo governo à população brasileira, (na educação, na saúde, com minha casa minha vida, bolsa família, etc.), como se uma coisa pudesse justificar a outra. Crise de moralidade!
Pois os benefícios da “Delação Premiada” que os levaram a tornar público esses desvios financeiros, nos possibilitam imaginar o quanto se surrupiou, e o quanto eles próprios receberam. O Paulo Roberto dispôs-se a devolver uma importância vultosa.
Já que a bagunça está generalizada e a moral parece inexistir -, servindo-se de uma tática errada e amoral, - poder-se-ia oferecer liberdade aos “dois delatores”, dar-lhes benefícios e até não exigir que devolvam o dinheiro que receberam. Isso provocaria uma chuva de delações que levaria os corruptores a pensar duas vezes antes de se abonarem do bem público. Sem dúvida, o feitiço viraria contra os feiticeiros.

Ouçam-se Paulo Roberto e Alberto Youssef até esgotarem-se as informações! Comprovem a veracidade do que dizem e deem-lhes total liberdade considerando-os pessoas habilitadas a receber as maiores condecorações nacionais! Ah, ia me esquecendo: organizem também uma escolta particular, dia e noite, noite e dia para não serem assassinados.  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O MANEZINHO E O COLEIRINHA

FLORES DE MAIO

LEMBRANDO MINHA IRMÃ