Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2012

OBSERVANDO O TRÂNSITO

Imagem
Estou agora, às sete horas e trinta minutos, indo para o trabalho. Percorro uma daquelas “rápidas” que ligam os bairros ao centro da cidade. Loucos para chegar no horário, eu e todos aqueles que estão a minha direita, esquerda, atrás e à frente. Quatro pistas de mão única, apinhadas.

Faz uma semana que me dei ao capricho de observar o comportamento dos motoristas, naqueles nove quilômetros que me separam dos meus dois locais de paz. É uma coisa curiosa e assustadora!
Mistura de gente, carros de todos os tipos, caminhões, ônibus, motocicletas, mini-ônibus escolares, bicicletas e até alguns corajosos tentando atravessar a rua. E, nesse entrevero, “bobeou o cachimbo cai”.
Têm os carros femininos, os masculinos, os conduzidos por pessoas mais idosas, aqueles que ao volante trazem jovens motoristas, os cautelosos, “os barbeiros”, os habilitados e os desabilitados. Sem esquecer, é claro, dos que tomaram “umas” durante a noite e cedo estão retornando naquele estado.
Nessa confusão e correria…

CONVERSAS ROTINEIRAS

Imagem
Fonte: google
- Vá procurar alguma coisa para fazer –, finalmente falou ela depois de suportar o homem por vários dias azucrinando-lhe a vida.
- Calma Zita, - você tem que entender que tirei uns dias para descansar.
- Enquanto descansa um, estressa-se o outro. Férias em casa nunca mais!
- Por que isso? – não sou uma boa companhia?
- Não estou reclamando disto, mas tudo tem os seus limites.
- Não a levo para passear, ao supermercado, comprar as tuas linhas e tintas para os artesanatos? Não faço nada então?
- É que quando você fica em casa não dá sossego. Mexe nas panelas, anda de um lugar para o outro, suja tudo. Ajudar, que é bom...
- É, mas sempre lavo a louça. Às vezes até enxugo.
- Mal lavada, isso sim.
- Já consertei todos os defeitos da casa. Acabaram-se as torneiras vazando. Não se ouve mais o ranger das portas. As fechaduras defeituosas foram trocadas. As tomadas de luz substituídas. Isso tudo não tem valor?
- E o vazamento do telhado?
- Lá não vou me arriscar, é perigoso!
- Certamen…

BRIGA DE CACHORRO GRANDE

Imagem
Fonte: google
Até que enfim apareceu alguma coisa dessa tal de ANATEL: suspendeu a venda de novos celulares da TIM, OI e CLARO. Não sei por que não incluiu a VIVO. Será que é porque é “vivo”?
Mas a medida parece ser positiva, pois beneficia o usuário que está sendo prejudicado. Essas empresas estavam deitando e rolando. Oferecendo um péssimo serviço e ganhando dinheiro “de rodo”, nas costas do povão. Todas as reclamações davam quase sempre em nada.
A TIM -, não concordando com o “castigo” que fechou suas torneiras milionárias -, disse que vai recorrer à justiça.
Aí que mora o perigo, aí que tá o problema!
Estou achando que a “justiça” se colocará do lado da empresa...!
Uma “liminarzinha” que garante a continuidade das vendas. O julgamento do mérito pode demorar e, nesse espaço,  o dinheiro perdido será recuperado facilmente.
Briga de cachorro grande onde quem sairá perdendo serão os "filhotes".

O OUTRO LADO

Imagem
Fonte: Google
Mais 4 UPS (Unidade Paraná Seguro), foram implantadas em Curitiba.
O local escolhido: Cidade Industrial, nas vilas Verde, Sabará, Caiuá e Nossa Senhora da Luz. Essas comunidades, incrustadas na CIC, têm aproximadamente 42 mil habitantes. O total de moradores da Cidade Industrial de Curitiba, representa 10% da população da capital, com 172 mil habitantes e é o bairro que possui os mais altos índices de violência (mortes, assaltos, roubos, tráfico).
Nos quatro locais escolhidos a falta de segurança é tão grande que para garantir o sucesso da operação foram utilizados 1300 policiais.
O objetivo da ocupação: eliminar o tráfico, oferecer segurança à população, prender os traficantes, os bandidos e as pessoas que se encontram fora da lei e, posteriormente, implantar uma unidade de segurança no local.
Ocupações semelhantes já aconteceram nos bairros Uberaba e Parolim, onde dados estatísticos comprovam que as coisas ruins que ali aconteciam diminuíram significativamente. Hoje a p…

ELES NÃO PERCEBEM NADA

Imagem
Sou um freqüentador assíduo dos supermercados. Há já bastante tempo, incumbi-me das compras da casa. Como ando fazendo as contas para a aposentadoria -, mas não querendo parar -, dia desses, caminhando por entre as gôndolas de um desses estabelecimentos, veio-me a idéia de mandar um currículo para trabalhar ali depois que deixar minha profissão.
Na hora da entrevista faria questão de dizer ao meu entrevistador que tinha preferência por um serviço. Certamente ele iria me perguntar, meio espantado,  que serviço era esse. E eu lhe diria, sem nenhuma intenção de agradar, nem querer garantir emprego.
- Eu queria desenvolver o trabalho de educador.
- De educador? – certamente me perguntaria espantado ele - sem entender nada.
- Sim, de educador, pois aqui não existe nenhuma educação no trato dos clientes e do estabelecimento.
- Interessante..., meio estupefato falaria ele, – poderia explicar-me?
- Explico, sim, mas primeiro pergunto: quem é o elemento mais importante dentro de um estabelecimen…

NOVOS COMPRADORES VELHOS

Imagem
Hoje conclui uma coisa que há tempos vinha analisando: o número de pessoas idosas está aumentando nos supermercados.



Nos dias de ofertas, logo cedo, se fores às compras,  vais se deparar com 90% de pessoas na faixa dos 60 e 70 anos.


Vários motivos fazem com que isso esteja acontecendo: são quase todos aposentados, são compradores experimentados, não têm pressa de analisar a qualidade dos produtos, conferem detalhadamente os valores cobrados, reclamam sempre que os preços diferem, e, certamente, estão utilizando o dinheiro da aposentadoria para fazer as compras (economizando o dos filhos).


Não deixa também de ser um momento de distração, de reencontro com muitos conhecidos, de conversas desinteressadas com as caixas, normalmente sempre pacienciosas e sorridentes com os velhinhos.
Não há distinção de atendimento, todas as caixas estão tomadas por esses novos compradores velhos.


Quando retornam com as sacolas cheias, estão mais aliviados e orgulhosos. Exibem os produtos comprados destaca…

UNS PRODUZEM, OUTROS RECEBEM

Imagem
Chega-me um “email” que citando números curiosos tem como título: O Brasil que trabalha. Não contesto nem provo sua veracidade, talvez algum estudioso do assunto possa fazer isso.
Mas o certo é que realmente são dados alarmantes.
É assustadora a situação da maioria dos estados brasileiros, pois arrecadam pouco, mas recebem absurdos do governo federal.
Um número pequeno de estados brasileiros (oito) é auto-suficiente e são eles que trabalham para sustentar os demais (18). O estado que mais recebe é o Maranhão, seguido da Bahia e Pará.

Vejam que situação diferente: na época em que se estava formando a federação americana, o critério para um estado fazer parte da União era que produzisse riquezas e fosse um estado auto-suficiente.

Descobrir os motivos dessa desigualdade na distribuição de dinheiro não é muito difícil. Estão ligados aos critérios que cada governo adota para proteger redutos e beneficiar estados em prejuízo de outros. Veja abaixo os números.
Em cada estado aparecem três co…

GASTOS DE CAMPANHA

Veja aqui quanto cada candidato a prefeito vai gastar em Curitiba



Domingo, 8 de Julho de 2012 – 11:44 hs
Não se assustem. Uma campanha eleitoral de candidatos de alto coturno é cara, muito cara. Em Curitiba, a previsão de Luciano Ducci, registrada no TRE, é de 23 milhões e 400 mil reais. Ratinho Jr vem em segundo, com gasto previsto em 18 milhões. Gustavo Fruet previu gastos de 16 milhões e 100 mil. Rafael Greca prevê 10 milhões.


Agora os humildes. Alzimara Bacelar, do PPL, registrou previsão de 500 mil. Bruno Meirinho, do PSOL, 250 mil e Avanílson Araújo, 100 mil.
É assim mesmo. Há quem gaste o valor de uma Mega Sena e outros, como Avanílson, do PSTU, que fazem rifa enre amigos para pagar suas despesas.


E o salário do povo, ó.

Extraído do blog de Fábio Campana

SERVIÇO BOM

Imagem
Parabéns à prefeitura de Curitiba pelas obras concluídas na Rua Desembargador Antônio de Paula, no bairro Boqueirão!


Acompanhei aquele trabalho, pois é minha rota de caminhadas que pratico quase diariamente.


Foi um trabalho completo que começou com a canalização de águas e findou no ajardinamento e pista para pedestres nas cal-çadas. A pista asfáltica ficou excelente, bem sinalizada e de fácil escoamento.


Não dá para se imaginar que de baixo daquele asfalto há um trabalho enorme de instalações elétricas, telefônicas, água e com tubulações que chegam a dois metros de diâmetro.


Pela dimensão da obra, que começou na Avenida Marechal Flori-ano Peixoto (Boqueirão) e terminou na Francisco Derosso (Xaxim), o tempo de construção foi muito rápido. Aproximadamente um ano.


Reconhecimento e aplausos!


CAÍMOS DE NOVO

Imagem
Preciso dizer que sou "Coxa". É o nome dado aos torcedores do Coritiba, time de Curitiba que está disputando a final da Copa do Brasil com o Palmeiras, de São Paulo.
Após assistir a partida de ontem (05/07), fiquei desanimado. Achava que seríamos campeões desta vez. O time, bem mais maduro e controlado, enfrentaria com tranquilidade a equipe do Palmeiras. Puro engano!
No primeiro tempo de jogo o Coritiba deu um banho de futebol no Palmeiras. Perdeu - sem qualquer exagero -, no mínimo três gols. Poderia ter liquidado a fatura ali. Aconteceu que, cara a cara com o goleiro palmeirense, não conseguiram marcar. O Coxa apresentou um futebol brilhante, dominou, massacrou o alviverde de São Paulo, mas  não fez gols. O que faltou foi equilíbrio emocional.
Aos 47 minutos o Palmeiras, através de um pênalti, fez o gol. Até então não havia chutado uma bola sequer no gol. O goleiro Vanderley era um mero observador. Foi uma ducha de água fria.
Mas existe um outro fator, além do emocional, …

APRENDA A PEDIR DINHEIRO

Imagem
Fonte da foto: internet
Casualmente, hoje, procurando programa na televisão, me detive no de Valdomiro Santiago, pastor fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus, fui saber depois. Já havia ouvido muitos comentários sobre es-ta pessoa, mas nunca tinha assistido a nenhum culto religioso seu.
Estava pedindo dinheiro aos fiéis. Comentava episódios da Bíblia e voltava  a pedir dinheiro. Repetia exaustivamente as contas para depósitos, citando vários bancos e pedindo colaboração.
Chamou-me atenção a forma utilizada para isso:
Fui pedir empréstimo nos bancos e eles não quiseram me emprestar. Quando voltava para minha casa, muito triste e abatido, o Senhor me falou, Valdomiro pede àqueles que te assistem, àqueles para os quais você fica de madrugada orando e pedindo que Deus os cure. Eles vão ajudá-lo. Eles vão resolver o seu problema financeiro. E esfregava os olhos e soltava lágrimas.
Diante disso, fui ao "Google" e lá encontrei alguns dados interes-santes:
- estudou até o 5º ano …

PÓS GRADUAÇÃO EM CORRUPÇÃO

Imagem
Hoje ouvi uma notícia diferente: uma Universidade da cidade de Zaragoza, na Espanha, está ofertando um curso de pós graduação destinado a combater a corrupção.
É um curso com duração de um ano e tem por objetivo treinar interessados capacitando-os a levantar as falcatruas tanto nas empresas públicas quanto nas privadas.
Fiquei pensando: a que ponto chegamos! Por outro lado, é um novo “nicho” de trabalho que se abre. Quando uma instituição superior de ensino conclui que a disciplina oferecida é importante - pois treinará pessoas tornando-as detetives da corrupção -, a situação é preocupante.
Essa iniciativa nos leva a concluir que não é apenas no Brasil que a coisa está feia. A corrupção encontra-se por todos os lados, em alguns lugares, de forma mais acentuada.
Como vivemos num país riquíssimo ela parece existir com mais ênfase. Países existem que quase não têm recursos o que dificulta um roubo mais acentuado.
Não sei por que esse curso de pós graduação ainda não apareceu por aqui. Ac…

OS CARREGADORES

Imagem
Sento-me na área da frente de minha casa. Já passa das vinte e duas horas. Fico ali a observar o movimento da cidade que vai diminuindo. Comparar com o reboliço dos finais de tarde, agora é um sossego total. É bom sentir a diminuição das batidas desta metrópole! Também ela precisa descansar!
Não demora muito, vejo um vulto aparecer. É um homem ainda jovem e atlético. Nem tempo para engordar tem. Está uniformizado e não deixa duvidas: é uma daquelas pessoas encarregadas da limpeza da cidade.
Observando a sua atividade, concluo que também o sistema de limpeza possui seus esquemas de trabalho. O caminhão coletor a-inda nem deu sinal, mas ele já está na vanguarda. Recolhe os lixos das redondezas e os vai amontoando num local apenas, até formar um monte considerável.
A calçada da minha casa foi escolhida para um desses amontoa-dos. Trazendo contaminações dos vizinhos, pensei. Por causa desse pensamento perverso, recrimino-me e fico pensando na-quele rapaz amontoador de lixo. Com ele não te…