Postagens

Mostrando postagens de Março, 2014

DESOBEDIÊNCIA E INCAPACIDADE

É costume se dizer que quando o filho não obedece mais o pai é porque atingiu a maioridade ou porque resolveu desobedecer. Desse segundo motivo as consequências, geralmente desastrosas. Algo semelhante acontece em Florianópolis: os funcionários dos correios e os agentes penitenciários, simplesmente estão de desobedecendo e até tripudiando o que determinou a justiça, que é o retorno imediato  ao trabalho. As consequências dessas atitudes de desobediências vem gerando problemas danosos não só na população que deixou de receber suas correspondências à cerca de trinta dias; como também no sistema prisional catarinense, que está sem controle. Os responsáveis se recusam a conversar com os grevistas, os grevistas desobedecem a lei e permanecem parados. Os desafiados e os desafiantes parecem dispostos a deixar correr as coisas.
Quando se atinge a fase da desobediência começam a aparecer os desmandos. Perdeu-se o controle das coisas. Essas greves são cíclicas e não aparece autoridade ou governo…

DE NOVO O PÉ DE IPÊ

Não entendo nada de botânica, mas estou achando estranho o comportamento do nosso pé de ipê. No final do verão começou a murchar as folhas.  Comentei o fato com a Lu dizendo que ele estava morrendo. Ela me tranquilizou dizendo que aquilo era natural uma vez que o ipê perde as folhas no outono. Lembrou-me que ele era meio atípico, pois havia soltado flores muito tardias e eu concordei com sua observação. Disse-me ainda que tinha crescido e soltado galhos novos. Mas hoje, fazendo uma observação mais detalhada,  acho que ela não tem razão. Alguma coisa estranha está acontecendo. Todas as outras árvores da redondeza -, mesmo as da família do ipê -, estão com suas folhas verdes.  Começo a ficar triste porque é a única árvore do nosso quintal a dar sombra. As outras estão muito pequenas e levarão tempo ainda para serem grandes.  Os canários e as pombinhas rolas que vêm comer as quirelas que não deixo faltar, não terão um lugar ameno para pousarem. Que tristeza, as folhas estão murchas e ficando…

VAI ACABAR

Todos os dias vou à caixa do correio e não encontro nada. Estou convencido que andam me escrevendo, os carteiros é que não entregam. Também, vivem fazendo greve esses entregadores! Reclamam que estão ganhando mixaria, mas a birra deles não tem sensibilizado o coração duro do governo. Conversando com um carteiro que se tornou meu conhecido e que também está entre os embirrados, disse-me que não aguenta mais essa vida que leva. O dinheiro que ganha não dá para sustentar a família. Assegurou-me gostar da profissão, mas está desmotivado. Profissão estafante a de entregar cartas, correr diariamente de cachorros raivosos, passar o tempo exposto ao sol e a chuva, ao calor e ao frio e, com frequência, ser insultado porque as cartas esperadas nunca chegam. O emprego está tão desmotivado que a justiça considerou a greve ilegal determinando que retornassem, mas eles desobedeceram a determinação judicial e continuam sem trabalhar. Acham que não têm nada mais a perder. Contei a este meu amigo carte…

OUTRA PRIVATIZAÇÃO?

Faz mais de trinta dias que não aparece um carteiro na minha rua. Já tive uma série de problemas por causa disso. Não preciso nem dizer que estou “puto da cara”. Eu que sempre procuro pagar minhas contas em dia, tornei-me inadimplente. Os boletos não chegaram e a cobrança veio por telefone, informando acréscimo de juros, multas e execução. Pela tranquilidade que sempre tive nunca procurei uma forma mais moderna para pagar minhas contas. Agora que a coisa apertou, fui descobrir que tudo pode ser encaminhado por email, ou então, uma simples ligação para a empresa pedindo os números do código de barras e o pagamento poderá ser feito em qualquer banco. Eu que sempre achei que o Correio desempenhava um papel importantíssimo estou mudando de ideia. É só me atualizar e poderei dispensar esses serviços. Penso nos milhares de carteiros que poderão ficar desempregados! Mas numa conversa de fonte fidedigna, acabo de saber que o Governo do PT está irredutível nas negociações com os grevistas – que…

PROGRESSO

Ontem estranhei o alvoroço em frente da minha casa. Moro num lugar até sossegado demais, rua sem saída, por isso ausente de carros que não os dos vizinhos. Qualquer anormalidade chama atenção. Algazarra, converseiro alto, barulho de roçadeiras. Os cachorros se esguelavam de tanto latir. Fui ver o que estava acontecendo: uns cinco ou seis homens uniformizados, uns cortando grama e mato que já invadiam a rua, outros amontoando e carregando num caminhão. Funcionários da prefeitura. Fiquei perplexo olhando aquele cenário. Há quase um ano que moro aqui e nunca tinham aparecido para fazer um serviço desses. Fomos descobertos e reconhecidos, pensei! Enfim, cidadãos florianopolitanos!  Se for assim, logo virão o calçamento e a água. Por hora sobrevivemos com as “ponteiras”, porque a CASAN não se movimentou ainda.  As poças d’água dos dias de chuva insistem em ficar em que pese o trabalho atenuante das construções da nossa rua que despejam seus entulhos nos buracos já quase perenes.
No final da…

O ANJO DO IMPERADOR

Acabo de ler o livro "O Chalaça", de José Roberto Torero. Abri-o pela manhã e só o fechei à tarde ao terminá-lo. Fiquei perplexo por saber que existem livros nesses moldes. O autor é extremamente talentoso na arte irônica de ir contando os fatos. Chalaça, na verdade é o pseudônimo de Francisco Gomes da Silva, que foi amigo de D. Pedro i. Era aquele que acertava os encontros amorosos do Imperador (D. Pedro foi um grande mulherengo que abandonava os trabalhos do reino para se dedicar aos prazeres do sexo).  Quando sentia queda por uma mulher, era Chalaça quem fazia o trabalho de convencê-la a satisfazer os desejos do soberano. Não desistia enquanto não via sua missão resolvida. E esse trabalho sempre redundava em encontros amorosos clandestinos. Por essa razão, D. Pedro o tinha na mais alta consideração, defendia-o e o protegia de todas as críticas.
Chalaça é um personagem ímpar. Trambiqueiro por excelência. Malquisto tanto por Leopoldina como por Amélia -, as duas esposas do Im…

FIM DE TEMPORADA

A temporada acabou...  A praia ficou mais nossa. Águas mais limpas, areias mais brancas, ausência de lixo, raros transeuntes.
Alguns cachorros correndo soltos, querendo fazer amigos,  perdidos no silêncio.
Os que vieram já foram embora, pois mataram a sede, e a praia se desengordura.
Consertam-se as redes, enquanto a natureza,  prepara-se para trazer as tainhas. Que sejam muitas! Virão morrer na praia,
Para salvar os homens!

A CELERIDADE DE 2014

Achei interessante aquela charge que mostra uma quantidade de coelhos e o homem procura expulsá-los pedindo  que desapareçam falando: “ainda nem computei as despesas do carnaval e já me aparecem com a páscoa”. Pois é assim mesmo: acaba uma fonte de diversão,lucros e despesas já vem outra. O mundo consumista não vive sem isso. E vão sequenciando datas, eventos e sobre elas trabalham uma propaganda poderosa de vendas que não deixa ninguém respirar. O ano de 2014 não veremos nem passar.  Se apresenta como algo diferente. A páscoa está a 40 dias, segue o dia das mães, dia dos namorados. O início da Copa daqui a 100 dias. Depois virão as eleições. Aquelas intermináveis promessas que todos já sabem não serão cumpridas. Tem também aquela outra charge do “lepo, lepo”. O fruto começa a crescer e estará pronto em novembro. Momentos carnavalescos alegres e felizes que poderão terminar em tristeza e choro. Com certeza, o próximo período de momo  não será mais o mesmo para essas pessoas! Ouço e le…

AGORA NOS EMPURRAM A FRIBOI

Dizem os entendidos, que, Roberto Carlos - o nosso cantor Jovem Guarda - não resistiu aos encantos da sereia. De vegetariano convicto, passou a comedor de carne Friboi por uma bagatela de 25 milhões de reais. Recebeu em reais porque a Friboi (JBS – José Batista Junior – de procedência goiana) é uma empresa brasileira, considerada se não a maior, uma das maiores do mundo no ramo de carnes. Dizem também que é uma grande financiadora de campanhas políticas e por essa razão faz o que bem quer. Denunciada por sonegação de impostos, utilização de trabalho escravo e apresentando produto de baixíssima qualidade, (dizem ter sido encontrado vermes nas embalagens), bem diferente do que divulga em suas propagandas, lançou mão de pessoas famosas para fazer seu produto ser conhecido e desejado. Primeiro utilizou Tony Ramos, agora vem de Roberto Carlos e, indiretamente, através da Seara (recentemente adquirida), começa a circular uma propaganda com a global Fátima Bernardes. Nos bastidores comenta-s…