VAI ACABAR

Todos os dias vou à caixa do correio e não encontro nada. Estou convencido que andam me escrevendo, os carteiros é que não entregam. Também, vivem fazendo greve esses entregadores! Reclamam que estão ganhando mixaria, mas a birra deles não tem sensibilizado o coração duro do governo.
Conversando com um carteiro que se tornou meu conhecido e que também está entre os embirrados, disse-me que não aguenta mais essa vida que leva. O dinheiro que ganha não dá para sustentar a família. Assegurou-me gostar da profissão, mas está desmotivado. Profissão estafante a de entregar cartas, correr diariamente de cachorros raivosos, passar o tempo exposto ao sol e a chuva, ao calor e ao frio e, com frequência, ser insultado porque as cartas esperadas nunca chegam.
O emprego está tão desmotivado que a justiça considerou a greve ilegal determinando que retornassem, mas eles desobedeceram a determinação judicial e continuam sem trabalhar. Acham que não têm nada mais a perder.
Contei a este meu amigo carteiro ter lido uma matéria  que falava sobre as profissões que vão desaparecer.  Disse-lhe que entre elas estava a do carteiro. Pediu-me que lhe esclarecesse porque essa profissão ia desaparecer. Expliquei-lhe as razões, mas sei que pouco entendeu. Disse-lhe, para fazer uma comparação, que na minha volta da caixa do correio, onde nunca encontro nada, verifico as mensagens do meu email e do facebook. Elas chegam sem parar, a todo o instante. Explico que o povo está inventando outro meio de se comunicar, muito mais rápido e eficiente e enquanto os correios amontoam correspondências porque os carteiros não entregam, as notícias estão chegando de outra maneira sem serem pagas e num tempo quase real.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O MANEZINHO E O COLEIRINHA

FLORES DE MAIO

LEMBRANDO MINHA IRMÃ