DIFERENÇAS

Nunca havia me atido a um fato desses. Conto. Estou para mudar de residência, melhor, de cidade. Por uma série de fatores, trocando Curitiba por Florianópolis.
Para todos a quem conto o fato, ficam admirados e comentam minha conduta. Acham que é um "baita" de um progresso. Uma conquista reservada a poucos. Justifico que estou mudando por causa das insistências de minha filha, do contrário, nunca trocaria Curitiba por Florianópolis.
Todos – não sei se para me animar ou porque é verdade mesmo - recomendam e elogiam a vida qualificada da cidade de Florianópolis.
A verdade é que existem diferenças enormes entre uma e outra cidade. Curitiba se aproxima da correria de São Paulo; Florianópolis, parece mais voltada para os hábitos de uma cidade do interior.
A primeira corre numa agitação incontrolada. Pulsante agitar diário que busca garantir a sobrevivência; a segunda, anda devagar, estampado no procedimento dos "manezinhos", tranquilos, sossegados, despreocupados, que deixam o tempo passar.
Por esse e outros motivos, estou tendo dificuldades para me inserir nessa mudança. Continuo ainda revestido dos ares e agitações curitibana, materialista e estressante; a necessitar disposição e anuência para ingressar num outro mundo.

Comentários

Alceu Gehlen França disse…
Boa tarde Mario,

Realmente sempre afirmei que não morrerei sem morar a beira do mar.Porém nestes 6 anos que frequento Floripa em visita a filha, já aprendi algumas coisas : não é fácil entrar no climas dos "manézinhos". A prestação de serviços, os garçons, os vendedores, etc., deixam muito a desejar. Nem parece que vivem do turismo. Mesmo assim parabéns pela mudança. Alceu

Postagens mais visitadas deste blog

O MANEZINHO E O COLEIRINHA

FLORES DE MAIO

LEMBRANDO MINHA IRMÃ