HORÁRIO DE VERÃO

Todo o ano é assim. A imprensa explora a chegada do horário de verão sempre da mesma forma, ou seja: quais os efeitos que uma hora a menos ou a mais provoca no organismo do ser humano.
Repórteres saem às ruas fazendo entrevistas. Pedem opiniões dos que são favoráveis e dos desfavoráveis.
Fazem entrevistas com médicos que sempre respondem a mesma coisa: alertam para os mesmos cuidados.
Entrevistam nutricionistas pedindo orientações alimentares adequadas.
Questionam estudiosos do sono querendo dicas para se conseguir dormir antes e não perder o horário no dia seguinte.
Nós, melhor do que qualquer orientação, sabemos os efeitos que essa troca causa. Particularmente, não vejo motivos para tanto estardalhaço.
O Governo justifica a implantação do horário de verão dizendo que vai economizar 5% de energia e que isso é importante para a economia do País.
E quando ouço essa justificativa, fico a me perguntar onde é que fica armazenada essa energia que foi economizada?
Confesso que gostaria que alguém me informasse o local desse depósito energético. Todos sabem que o rio Paraná, que move Itaipu, e todos os outros rios que impulsionam as hidrelétricas brasileiras, continuam passando e a água que passou já rodou as turbinas.
Gosto desse horário. Nos proporciona longas tardes, que sempre oferecem bons passeios e caminhadas mais confortáveis.
O drama que se cria é pela falta de assunto.

Comentários

Vilminha disse…
Olá Mário

Eu ao contrário detesto este horário de verão, tenho sérios questionamentos. primeiro que aqui em Curitiba não estamos no verão e tão pouco na primavera visto que tem este frio congelante, depois o meu organismo é lerdo, já não durmo cedo, pois costumo ficar acordada até tarde da noite e com o horário de verão ontem lá em casa eram duas da manhã e só a michelle tinha dormido a casa tava toda acesa, TVs, computador, luzes (Isabelle na leitura). Então na minha casa não tem 5% de economia ao contrário é um gasto pois ficam mais tempo acordados a noite e todos ficam cansados, pois acordam mais cedo e dormem mais tarde e quando começam a acostumar o horário esta acabando. Outra coisa sou uma pessoa que gosta de dormir até tarde pela manhã e uma hora a menos de sono me faz ficar meio lerda e mal humorada, visto que tenho mal humor ao acordar e com o horário custo a saber que acordei, coisa que acontece com mais quatro lá em casa. Se o horário de verão fosse pelo menos feito depois de um plebiscito acharia ele válido, afinal quem tem mais verão não tem este horário pois ganharam o direito de não fazer parte desta economia do país, mas pertencem ao mesmo país. Mas vamos lá vamos ficar com este horário aí, afinal hoje foi o dia nacional do atraso. Lá em casa pelo menos todos acordamos 6.45 , isto é as 5,45 de todo dia, mas todos sem excessão atrasados em uma hora. Amanhã vamos tentar arrumar o relógio biológico e quem sabe começamos uma nova jornada. Ah! obrigada pelo seu carinho e comentário sobre a exposição. bjs
kkk, Vilminha ainda está mal humorada, concordo com ela e com vc, mas odeioooooooo, pois aqui faz mais frio q calor e no nordeste q as 5 da manhã já é sol, deveria tb ter esse horário, qdo meu organismo se acostuma o horário ja está no fim, tb queria saber sobre a energia, onde fica,kkk, se dormimos mais cedo as luzes se apagam mais cedo, gerando menos consumo, em relaçao aos estados q nao aderem, a economia deve partir desse ponto, penso eu, sei lá, sou meio anta pra essas coisas,kkkk, to achando graça da Vilminha até agora,ótima quinta Mario!
A Vilminha, Elane, chegou hoje mais animada. Acho que a acomodação vai acontecer bem mais rápido do que ela imaginava. Mario
Nelci Peripolli disse…
Odeio um horário: acordar às 6:30, seja no horário de verão ou no outro.

Mas,Ah, Mário suas observações! São muito boas. Não passa de falta de assunto!!! Que pobreza!!! Para complementar vou contar o que ouvi hoje, às 7:15 enquanto tomávamos um cafezinho na sala dos professores:
Uma professora,feliz com o sucesso intelectual da irmã , que foi selecionada para palestrar em Cuba, comentava o fato com grande entusiasmo , ao qual, eu acrescentava o meu.O assunto ficou apenas entre eu e ela, ninguém comentou nada...
Na falta de assunto uma supervisora disse:
-Ai,Giovana...eu saí da sua casa ontem comk os olhos cheios...ai, quanta coisa bonita que eu vi...Aquele telão, ai, que chique, amiga...

Não é preciso dizer nada, não é?

Postagens mais visitadas deste blog

O MANEZINHO E O COLEIRINHA

FLORES DE MAIO

LEMBRANDO MINHA IRMÃ