AMÉM, BLATTER


O Brasil sapateou, sapateou, esperneou, gritou e acabou concordando com tudo. Ganhou a FIFA.

Até achava que iríamos endurecer depois que aconteceram aqueles imprevistos e desentendimentos com o Jeromê.

O Brasil aceitou as imposições: vai ter cerveja nos estádios e teve churrasco com costela e picanha, no encontro da Presidenta com o Presidente. Junto, um monte de políticos.


As obras que estavam atrasadas, agora - num toque de mágica -, não estão mais, no dizer de Josef Blatter. As reformas e construções dos estádios tudo às mil maravilhas!

Tudo mentira para inglês ver! Para tentar enganar o povo.

Acho que quem devia receber um “pontapé na bunda" era a FIFA. Faltou audácia!

A Dilma devia ser corajosa suficiente para dizer que fossem fazer a copa em outro País. Mas não, acovardou-se, passou um pano de veludo em tudo.

Estaremos reformando e construindo “elefantes brancos” (os estádios)  que ficarão ociosos depois. Por causa dos atrasos, as infra-estruturas que prometeram para as cidades sedes, não terão condições de ficar prontas até 2014 e assim, dificilmente serão iniciadas.

Torço para que não - tomara que eu esteja enganado,- mas nem time de futebol o Brasil tem para enfrentar as seleções de ponta.
Parece que estão querendo nos impor um novo período do “ame ou deixe-o”.

Falam maravilhas, mas não acontece nada. Deixe que se embebedem nos estádios, promovam badernas nas ruas, depredem ônibus e terminais.

O importante é que a patrocinadora da FIFA possa vender a “cervejinha” que a sustenta. Não vou citar nem a marca, porque me recuso a fazer propaganda.

Comentários

Concordo com vc, fazem obras faraônicas e abandonam tudo depois, e a educação, saúde e segurança, ficam uma droga, essa de liberar bebida é o fim da picada...Aldo é contra, mas quem resolve nao é ele...bjoo Mario
Temos opiniões semelhantes,Elane. Vamos aguardar o desfecho disso tudo. Obrigado pelo comentário.

Postagens mais visitadas deste blog

O MANEZINHO E O COLEIRINHA

FLORES DE MAIO

LEMBRANDO MINHA IRMÃ