OS PROBLEMAS DO ROSSONI


E agora, Rossoni...!?

O ano por findar e dois grandes abacaxis para serem descascados:

a) - a aposentadoria dos deputados aos 20 anos de serviço;

b) - a aprovação do anteprojeto do Tribunal de Justiça que solicita aumentos de 1.125% nas custas judiciárias e extrajudiciais, além da criação de mais 25 vagas para Desembargadores e 115 de Assessores.

Sobre a aposentadoria depois de 20 anos de serviço como Deputado da Assembléia Legislativa, comentários existem de que foi um dos compromissos assumidos pelo então Rossoni candidato à reeleição.
 

Sabendo da resistência popular ao pedido, o Presidente vem tomando atitudes cautelosas, evitando pronunciamentos na impressa e dizendo que aguarda um parecer da Assessoria Jurídica. Se o pedido dos Deputados for atendido, cada um receberá, depois de aposentado, algo em torno de 17 mil reais mensais e o Fundo de Aposentadoria terá que receber, de imediato, o valor de 50 milhões para iniciar um lastro, dinheiro que sairá dos cofres públicos. Uma comissão de Deputados está pressionando o Presidente para que o assunto seja resolvido ainda neste ano. Os nomes dos pressionadores permanecem em sigilo. 
 

O segundo assunto tem também repercussões inimagináveis. O pedido de aumento feito pelo Tribunal de Justiça é desproporcional e a criação de mais vagas de Desembargadores e Assessores para o TJ, cria um mal estar geral.
Nesse caso, se o assunto for colocado para votação, as consequências também recairão sobre os deputados e posteriormente, no Governador, que terá que sancionar a lei. Os respingos serão enormes, porque ninguém consegue entender a razão para um aumento tão desproporcional.

Serão dias difíceis para o nosso Presidente da Assembleia esses que antecedem as festas de final de ano.

Poderá oferecer um Natal gordo, ou deixá-lo magro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O MANEZINHO E O COLEIRINHA

FLORES DE MAIO

TRABALHANDO EM BELÉM II