POBRES DOS NOSSOS RIOS

Lendo o blog da Tereza Freire, uma bolguista do Recife que admiro pelos assuntos que trata, fiquei sabendo que ontem, 19/09/2010, foi o Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias. Nem tinha me atido a isso.
Hoje fui constatar como estava o rio mais importante de Curitiba: o rio Belém. Triste conclusão: deixou de ser rio, não passa de um canal de esgotos medindo entre dez a quinze metros de largura e local onde se deposita lixo.
Ali tem de tudo. Está tão grave a sua situação que nem é possível se chegar perto pelo cheiro horrivel que emana, principalmente agora que está muito seco pela falta de chuvas em nossa cidade.
Desci seu curso até o local onde entra no rio Iguaçu, já na divisa com São José dos Pinhais.
Ali no encontro desses rios se constata o abraço de dois mortos. O maior rio paranaense, o Iguaçu, que nasce na região, começa jorrando águas cristalinas, mas é assassinado poucos quilômetros depois.
Não vejo nada de concreto sendo feito no sentido de se tentar uma recuperação. Parece não haver interesse, o que realmente é muito triste.

Comentários

Mario, moro perto Rio Belem, é uma tristeza ao passarmos perto, tenho uma amiga q mora na rua do Rio, reclama demais, vejo a campanha política, onde falam de tantas coisas, mentem tanto, prometem horrores, mas nao vi ng falando da recuperação do rio, se o cara é bom, pq não fez nada nesse sentido ainda???sei lá, fico revoltada e a população, em gde parcela, é culpada, pois não tem educação, pois todo o lixo, jogam no rio, em Recife, até geladeira, sofá, fogçao, jogam, o povo reclama mas tb não colabora, tem q haver uma conscientização coletiva, de todos os setores.
bjo e ótima semana!!ah, adoro a Tereza, é uma mulher incrível!
TEREZA FREIRE disse…
Mário, obrigada pela referência. Imagino os rios como a corrente sanguínea de um organismo chamado mundo. Falta pouco e, do jeito que a coisa vai, estaremos em um Brasil infartado. Beijos pra vc.

Postagens mais visitadas deste blog

O MANEZINHO E O COLEIRINHA

FLORES DE MAIO

LEMBRANDO MINHA IRMÃ