É EDUCAÇÃO

No final de março passado, estive passeando pela Europa. Conheci, nos 16 dias que por lá estive, cidades como Lisboa, Sintra, Madri, Toledo, Roma,Florença, Veneza e Paris.
Entre as muitas coisas que se aprende num passeio desses é a educação que todos os países europeus têm e que nós, brasileiros, ainda não conseguimos implantar aqui.
As cidades mencionadas, excetuando Sintra, Toledo, Florença e Veneza, são bem maiores que Curitiba. Madri tem três milhões e duzentos mil habitantes, Lisboa está com dois milhões e oitocentos, Roma possui dois milhões e seiscentos e Paris, sem a área metropolitana tem dois milhões e duzentos, mas chega a onze milhões se contarmos as cidade que estão ao seu redor.
Nessas capitais quase não vemos congestionamentos de carros e uma coisa chama atenção de qualquer visitante observador: todos os motoristas param quando um pedestre deseja passar a rua nas faixas. Basta gesticular indicando seu desejo de cruzar.
Um desafio: atreva-se a fazer isso na nossa Curitiba! É atropelamento certo. Nossos motoristas mal respeitam os sinais vermelhos!
Londrina criou uma lei que está pretendendo imitar as cidades européias. Torço para que isso dê certo por lá!
As coisas boas que existem precisam ser imitadas...

Comentários

Vilminha disse…
Olá, realmente a EDUCAÇÃO é algo muito valorizado em outros países. Fico muito desanimada ao perceber que em nosso país a educação é somente um meio de... um discurso muito barato de uma bandeira levantada e muito pouco colocada em prática ou em prol do educar-se ou educar à alguém. Duvido que esta lei um dia seja respeitada em nosso país, afinal se a LEI SECA não foi respeitada imagino como a sociedade se educaria para respeitar esta aí. Vi a reportagem sobre Londrina, mas também acredito que seja mais uma bandeira em ano eleitoral. É a EDUCAÇÃO esta a rasgar aa LEIS e a ordem a muito. Abraços.
Pois é, Curitiba, exceto alguns, os motoristas sao mal educados, esses dias eu estava numa via rápida, tinha q virar À esquerda e o motorista q vinha na pista contrária q poderia passar direto pela esquina q eu ia entrar, parou na via rápida e me deu sinal pra eu virar,pois ele viu o número enorme de carros q estavam atras dele e pra q eu na ficasse tanto tempo parada no meio da via,me cedeu seu lugar, pra que???o coitado foi xingado por ser cavalheiro...outro dia um motorista de onibus tb foi gentil comigo, mas sao raros, o povo corre demais, busina demais, se acha demais....nao sei pq meus bisavos vieram pro Brasil,kkkk

bjo e ótimo fds!!!
fausto_amadigi disse…
Mas é possível obrigar (com leis) a ter educação? A falta de educação é diretamente proporcional ao excesso de leis, que corresponde ao descumprimento por falta de educação (cidadã)... Enfim, nosso círculo viciosos de ignorâcia.
Areliza Mateus disse…
E olha que os curitibanos, aqui no Rio, são chamados de 'europeus' e 'civilizados'.

Postagens mais visitadas deste blog

O MANEZINHO E O COLEIRINHA

FLORES DE MAIO

TRABALHANDO EM BELÉM II