DOIS BRASIS

fonte/imagem: internet

Agora não adianta ficar chorando o leite derramado. O brasileiro sofre com a derrota que acaba de ter. Do local onde trabalho, num edifício do outro lado da rua, que tem 22 andares, vejo uma bandeira em cores verde e amarelo que está presa na cobertura e vem até o 17 andar. É grande e esvoaça presa apenas numa das pontas. Foi colocada ali na certeza de uma vitória.

Bandeiras parecidas havia na maioria dos andares, todas representando a esperança.

Recordando a partida, não consigo entender o que aconteceu. Fico a me perguntar como é possível duas situações tão diferentes. Falo do primeiro tempo do jogo quando a Holanda foi totalmente dominada, levou dois gols, um deles anulado e não dava sinais de reação.

Júlio César quase não pegou bola. Uma partida que só deu Brasil, nos primeiros 45 minutos.

Mas o segundo foi uma catástrofe. Todos os problemas que estavam encobertos vieram à tona. Só deu Holanda. Até o nosso goleiro falhou naquele primeiro gol deles, mas o mais duro que foi contra.

Os deuses do futebol mudaram de lado. Sumiu Kaká, que aliás nada fez na Copa toda; Luiz Fabiano parecia não estar em campo; Robinho a coisa que mais fez foi urrar, gesticular e xingar o juiz; a defesa, a que falavam ser a melhor do torneio, parecia um barco à deriva.

Mas a cena mais triste foi reservada ao nosso Felipe Melo. Que coisa feia fez ele!, devem todos estar dizendo. Muitas vezes uma pessoa representa e enobrece um país com seus feitos, mas o Felipe nos representou sim, porém sua atitude envergonhou-nos. Bem que os europeus diziam não compreender como uma jogador daqueles, sem recursos técnicos e que só sabe dar porradas, fazia parte da seleção brasileira.

Curitiba levou mais de trinta minutos para se recuperar.

Agora começam a passar os primeiros carros com poucas bandeiras. Olho para o edifício a minha frente e não vejo mais a majestosa bandeira verde amarelo.


Preciso fazer a tristeza passar.
Estou quase acreditando que a Argentina vai mesmo ser a campeã. Nós não seremos mais. Que lástima!



Comentários

Vilminha disse…
Olhe acho mesmo que a Copa ´do Mundo não é mais um jogo de países defendendo o seu melhor futebol e sim um acordo comercial, onde vemos depois daquele primeiro tempo que o BRasil deveria perder para não se encontrar no próximo jogo e ter que dar a vitória a Gana que vamos falar que jogo foi aquele entre Uruguay e Gana. O uruguai fez quase tudo pra perder, mas não teve jeito. E eu sempre digo jogador foi pelé, que ao apanhar ia lá e fazia gol, estes de agora além de não fazer gols ainda acham de bater desnecessária mente nos adversários. Uma vergonha ver felipe melo e dizer que é brasileiro e o pior é ver a entrevista dele onde diz para defender-se "eu não dei um soco na cara dele" ao meu ver fez pior, pegou-o sem defesa. Mas o brasil já saiu da copa e a argentina sai também. Aposto na Alemanha campeã pois desde o primeiro jogo que foi de 4 a 0 na Austrália que vi um jogo bonito de possível campeã. Também sabia que não chegavámos a ser campeões, afinal não foi de graça que ganhamos (vendemos) o direito de sedira a copa 2014. Ou você acha que não fomos vendidos igual dia das mães de Rubinho Barrichelo.

Postagens mais visitadas deste blog

FLORES DE MAIO

OS MENDIGOS DE ROMA

TEMPO DE PASSEIO