COISAS DA NOSSA JUSTIÇA

Notícia divulgada hoje, diz que o Paraná é o estado brasileiro com menor resolução nos casos de homicídio. O Brasil tem cerca de 63.000 casos insolúveis e desse número o Paraná está com 9.281, em primeiro lugar.
Daí vem aquele diatado popular: "azar de quem morre!" A maior parte dos assassinos estão soltos, protegidos por subterfúgios e recursos que são facilmente concedidos pelos juízes.
Por que o Paraná, com uma população inferior a São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, não apresenta um trabalho eficiente e capaz de tirá-Lo dessa triste estatística?
Gostaria muito de saber, mas fico cá comigo analisando as causas!
O IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, realizou uma pesquisa entre a população brasileira, para avaliar a nossa justiça e ao final do trabalho, chegou a uma nota reprovatória: 4.55.
Os pontos mais destacados são: a) - a população não acredita na honestidade da justiça, b) - considera a justiça parcial, c) - considera a justiça extremamente lerda.
Aí vem-me à mente aquele outro ditado: "A justiça é cega". Lembro-me da balança na horizontal e a mulher de olhos vendados, querendo transmitir ares de perfeição.
O povo não se engana e tem motivos para uma nota dessas: 4.55.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O MANEZINHO E O COLEIRINHA

FLORES DE MAIO

TRABALHANDO EM BELÉM II